Dois jovens são torturados e executados em Quixadá

A notícia de que dois corpos haviam sido encontrados em um terreno localizado no bairro São João, em Quixadá, neste domingo, 28, deixou os quixadaenses chocados.

Francisco Valdecio de Oliveira Filho, de apenas 17 anos, e Pedro José Pereira Neto, de 18 anos, foram assassinados e tiveram seus corpos enterrados numa cova rasa. Populares encontraram os cadáveres porque um deles estava com os braços para fora da terra.

Francisco Valdecio teve seu desaparecimento anunciado pela família na sexta-feira, 26. Uma campanha nas redes sociais buscou, sem êxito, encontrá-lo. Ele vinha sofrendo ameaças, conforme relato de familiares.

Os dois jovens trabalharam juntos como militantes na campanha deste ano, associados às atividades do PT. Não há, porém, nenhuma indicação de que o crime tenha viés político.

TORTURA BRUTAL

Antes de serem mortos, os dois jovens sofreram torturas. Eles tiveram as mãos amarradas e há sinais de que ossos foram deslocados ou fraturados. Eles, provavelmente, foram espancados e sofreram muito.

Descobrir os motivos para o crime e sua autoria é desafio da Delegacia de Polícia Civil de Quixadá.

Os cadáveres estavam em estado de putrefação e, por isso, não foram levados para o IML de Quixeramobim, mas para a Coordenadoria de Medicina Legal, em Fortaleza.

Diário de Quixadá