Menor de Pedra Branca é preso praticando assaltos em Senador Pompeu

 

Dando continuidade atividades de combate a criminalidade a Delegacia Regional de Senador Pompeu com apoio de policiais civis do DPI-SUL, após tomarem conhecimento que nas imediações do açude do PATU, zona rural de Senador Pompeu teria ocorrido um assalto, do tipo arrastão, com varias vitimas, começaram a fazer diligencias na cidade de Senador, com a finalidade de localizar os responsáveis pela infração penal.

No momento que as equipes da Policia Civil faziam incursões no Bairro do Cruzeiro, mais precisamente no Beco do Sebo, percebeu-se uma movimentação estranha de dois rapazes que estavam em um imóvel, ao avistarem a viatura da policia civil, os tentaram empreender fuga, ao serem alçados, confirmaram que estavam escondidos na respectiva casa, pois eram responsáveis pelo crime cometido na zona rural.

Começou-se então a ser feita uma busca na casa, sendo encontrados dois aparelhos telefônicos, um de marca Samsung e outro de marca LG, um simulacro de arma de fogo e uma chave de motocicleta.

 

Ao chegar às dependências da delegacia regional os suspeitos foram identificados como JOSE ALMIR GOMES DA SILVA, de 26 anos, conhecido do policiamento, por suas constantes atividades criminosas, e o menor A.L.S.L. de 17 anos, o qual é natural de Pedra Branca e confirmou que estava na cidade de Senador Pompeu por esta sendo ameaçado, por membros de uma facção rival em sua terra natal, e que sua finalidade em Senador era cometer roubos, na zona rural.

Já pela manha de do dia 20 de janeiro chegou ao conhecimento da Delegacia que no Bairro Cruzeiro estava uma motocicleta roubada em uma casa abandonada. Após receber esta informação os policiais do DPI-SUL foram até o imóvel identificado e encontraram a motocicleta Honda CG FAN roubada na cidade de Pedra Branca no dia 04 de janeiro, sendo esta ligada com a chave que estava em poder de o Jose Almir e do menor estavam.

Importante salientar que a informação repassada a polícia é valorosa para se conseguir combater o crime, sendo mantido todo sigilo possível. O Delegado Helder Beserra pede a população que entre em contato e repasse qualquer situação suspeita, por meio dos seguintes números, 088-3449-1324 e 088-99978-1879, whatsapp.