Reforma da Previdência de Bolsonaro acaba com abono salarial em cinco estados

Benefício é destinado a trabalhadores de baixa renda e funciona como um 14º salário, pago pelo governo. Atualmente, quem tem carteira assinada e recebe até dois salários mínimos (R$ 1,9 mil) por mês tem direito ao abono, cujo valor é de um salário mínimo (R$ 998)